quarta-feira, 27 de julho de 2011

MEFEDRONA - Conheça mais essa droga


Olá Pessoal,

Vocês já ouviram falar na Mefedrona? E Miau-miau? E M.-Cat?

Pois é, muito prazer também, eu não a conhecia até ler uma reportagem sobre ela. Ela é uma droga estimulante, da mesma família da Anfetamina, mais uma para a coleção infindável de novas drogas que surgem constantemente, algumas, surgem e ficam e outras logo são substituídas, essa, pelo o que indica, está vindo com força total!



Na Europa ela já está bem difundida, encontrada facilmente nas famosas "baladas", em diversos clubes noturnos espalhados pelo continente todo. Essa droga vem desbancando a maconha, o ecstasy e a cocaína.

Embora seja uma droga, em alguns países ela ainda é comercializada de forma legal como fertilizante para plantas.

No Brasil, ela está sendo pouco a pouco difundida, segundo Reinaldo Correa, delegado da Divisão de Prevenção e Educação do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc), ela é utilizada em clubes noturnos. "Só não podemos apreender porque a droga não consta como substância proibida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)" Afirma.

 Entre os efeitos desse droga, estão entre disposição, euforia, aumento do estado de alerta, inquietação, distorção da visão e até mesmo o aumento do desejo sexual. Há também o aumento na transpiração, naúseas e dores de cabeça, palpitações e calafrios são os sintomas mais comuns relatados até agora.

Uma dose oral tem efeitos durante aproximadamente duas horas e quando inalada, o seu feito dura aproximadamente uma hora.

Ainda não há muitos estudos a respeito dessa droga, ela já foi proibida nos EUA e na Europa, embora ainda seja vendida clandestinamente, até onde se sabe, o uso prolongado da mesma, pode ocasionar taquicardia e paranóia e também sintomas de pernas  arroxeadas (vasculite).

Nos Estados Unidos por exemplo, a droga chegou embalada como se fosse sais de banho e assim ainda é comercializada, a diferença é que esses sais de banho, além de contar a MEFEDRONA, há uma mistura com MDPV (metilenodioxipirovalerona), tornando a droga mais perigosa ainda.

Recentemente a Polícia Federal comunicou a Anvisa a chegada dessa droga ao Brasil e solicitou que a mesma seja proibida.

Conforme a Sra. Marília Coelho Cunha - Gerente Geral de inspeção e controle de medicamentos da ANVISA, informou para a rádio CBN,que a Polícia Federal informou a chegada dessa droga ao país e que a mesma vem sendo comercializada e após essa informação, foi constato que trata-se de uma substancia extremamente agressiva, devido aos sintomas que podem levar à morte. Foi feito um estudo que será apresentado para a diretoria Colegiada para que essa droga entre na lista de substâncias proscritas, assim como o ecxtasy e outras drogas que já fazem parte dessa lista.das drogas.

Ela ainda fala que nem como agrotóxico essa tal droga tem permissão e registro para entrar e ser comercializada no Brasil.

Bom, há pesquisa que indicam que o Brasil é campeão mundial em consumo de anfetaminas, por isso, é um alo fácil dessa nova droga sintética, temos mesmo é que torcer que a mesma entre logo para essa lista e que seja verdadeiramente barrada em nosso país, uma vez que o seu principal alvo são os jovens nas danceterias.


***************************************************

7 comentários:

  1. É, Giulli...mais uma nova substância chegando nas paradas...e com todo pique.
    Eu já a conheço. Não por tê-la usado, mas ela foi apresentada num Simpósio que participei, tempos atrás. Aliás, enfatizo que esta Droga não chegou recentemente ao Brasil, mas apenas recentemente foi que a Polícia Federal noticiou.
    Ah! Realmente pesquisas apontam o Brasil como o maior consumidor de Anfetaminas...e não é de hoje, conforme demonstram pesquisas: http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u118947.shtml
    Valeu, Giulli, por compartilhar este artigo.
    Abraços e TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  2. Pois é Júnior, essa droga não tem nem um século desde que começou a ser estudada e utilizada e já est´pa devastando por onde passa, e o pior, pouco se sabe ainda sobre ela, dificultando a sua identificação corretamente. Infelizmente, a Anvisa proibindo apenas vai fazer com que a droga se torne ilegal, mas, não vai impedi-la de entrar em nosso país, assim como as outras.
    TAMUJUNTU sim amigo, abraços

    ResponderExcluir
  3. Realmente, Giulli.
    Torná-la ilegal só vai mesmo aumentar o número de substâncias que temos consideradas como tal. Mas não vai fazer diferença alguma em si tratando de Drogas. Sabemos que o mercado delas é mesmo imenso e não será apenas o fato da Anvisa torná-la ou não ilegal, que as Políticas Públicas de repressão irão tornar-se mais eficaz.
    Eu, particularmente, mesmo com todos os esforços que muitos interessados na causa têem dado à tratamento e prevenção, ainda assim, acho improvável que um dia este mal seja banido da sociedade.
    Infelizmente não é tão simples assim e muito menos será através de mididas de repressão, que iremos acabar com o tráfico de drogas. Esta questão das drogas é bem mais fácil diminuir o seu consumo através de conscientização, de que com repressão. Pelo menos o Brasil está longe de ter medidas eficazes de repressão, pois muitos dos que deveria fazê-las, são quem mais colabora para sua distribuição...infelizmente.
    Abração, Giulli.
    E vÊ se atende minhas ligações, visse? rsrs
    TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  4. Exatamente Júnior, concordo e assino em baixo, acho que é mais fácil diminuir e minimizar o impacto das drogas no nosso país atrvés de conscienteização enão repressão!
    Abraços e boas 24 horas!

    ResponderExcluir
  5. Só uma correção: no meu comentário, onde lê-se "mididas", seria "medidas". rsrsrs
    Abração, Giulli.
    Ótimo final de semana!
    TAMUJUNTU.

    ResponderExcluir
  6. Tranquilo Júnior, deu para entender...rs

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...